quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Servidor do Estado começa a receber hoje com reajuste; tire dúvidas sobre quem tem direito!


A Secretária de Administração do Estado, Livânia Farias, informou, na tarde dessa terça-feira (28) que o reajuste anunciado pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) começará a ser pago nesta quinta (30) e sexta-feira (31), quando começa o pagamento da folha de pessoal.

Ela informou que os inativos terão direito ao reajuste, dirimindo uma das principais dúvidas sobre o alcance do aumento dado pelo Governo do Estado anunciado pelo governador Ricardo Coutinho, nessa segunda-feira (27).

Os comissionados, conforme a secretária, não terão aumento, completando quatro anos sem ter reajuste salarial.

O impacto dos novos salários na economia paraibana, de acordo com a secretária, será de R$ 21 milhões mensal e cerca de R$ 240 milhões anualmente.

Ela ratificou o que o governador Ricardo Coutinho disse na segunda-feira quando anunciou o aumento. O limite da Lei de Responsabilidade Fiscal não deixou que o reajuste tivesse um percentual maior, pois a economia não deixa certezas sobre a arrecadação tanto em relação ao Fundo de Participação dos Estados (FPE) quanto ao Imposto sob circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

"No ano passado o que nos segurou foi o ICMS, porque o FPE caiu muito. E foi o ICMS que fez com que não atrasássemos a folha de pagamento", justificou.

Neste ano, a secretária espera que o limite prudencial da LRF continue como em 2013, em 48%, abaixo do limite prudencial que é de 49 %. "Só teremos essa perspectiva de qual será o impacto em relação ao limite prudencial da LRF em maio”. Livânia disse, ainda, que espera o contínuo crescimento do ICMS e a melhoria no FPE para continuar no patamar abaixo do limite prudencial da LRF.

A secretária disse também que os reajustes dados não irão atrapalhar os investimentos em infraestrutura. Livânia disse, ainda, que o governo do Estado está estudando a realização de concurso público para médico especialista e que irá chamar concursados da Orquestra Sinfônica do Estado e da Polícia Civil.

Agora veja as principais dúvidas apresentadas durante o programa e as respostas dadas pela secretária.

O reajuste anunciado vale para o próximo salário?

Secretária - Sim, o aumento dado já é para o pagamento que acontece próximo dia 30 de janeiro para os inativos e dia 31 para os que estão na ativa.

Qual o reajuste para os inativos?

Secretária - Os inativos receberão 5% de aumento e os que recebem o salário mínimo que são pouco mais de 40 mil servidores vão receber 6,78%.

Como será dado o aumento para a segurança pública?

Secretária - O aumento dado as polícias será através de vale alimentação e bolsa desemprenho, coisa que os inativos não podem receber, limitando apenas a receber os 5% de aumento linear.

O percentual de aumento incide sobre o soldo dos policiais militares?

Secretária - Sim, incide sobre soldo, a habilitação e outra gratificação já incorporadas e fazem parte dos vencimentos dos policiais militares.

Qual o reajuste do técnico administrativo?

Secretária - O aumento linear de 5% será dado a todos os técnicos administrativos.

Qual o aumento para quem recebe salário mínimo?

Secretária - Quem recebe o salário mínimo terá o reajuste dado pelo governo federal para o salário mínimo que é de 6,78%. Quem recebe acima do salário mínimo, terá o reajuste linear de 5%.

O aumento de 13,57% para os professores atinge os inativos?

Secretária - Sim, os professores aposentados também receberão o reajuste de 13,57%.

E o aumento para as empresas da administração indireta, como é o caso do DER?

Secretária - O aumento do DER e das indiretas será decidido em fevereiro, porque há indiretas que são dissídios e outras que são estatutárias. O DER tem um caso incomum porque tem uma questão judiciária. Por isso será tratado em fevereiro. Tratamos do aumento das diretas em janeiro e o aumento das indiretas será tratado em fevereiro.


Fonte: Luciana Rodrigues

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO! Regras de comentários:

1– Poderão ser recusados os comentários anônimos ou assinados com e-mail falso;
2 – Serão, automaticamente descartados os comentários que contenham insultos, agressões, ofensas e palavras inadequadas.
3 – Serão excluídos, igualmente, comentários que contenham material publicitário, ou propaganda político-partidária. Que tratem de temas alheios aos abordados no contexto da matéria comentada;
4 - Os comentários publicados poderão ser retirados a qualquer tempo, em caso denúncia de violação de alguma das regras acima estabelecidas.

Att. Portal BoaVenturaOnline